Restam cerca de duas semanas para concorrer à 9ª edição do Prémio Empreendedorismo e Inovação Crédito Agrícola. Esta edição conta com quatro categorias abertas a concurso público, alinhadas com as prioridades nacionais e europeias de inovação nos sectores agroalimentar e florestal:

– Digitalização e Automação, para premiar soluções tecnológicas digitais que promovam a digitalização e automação da produção e/ou transformação, com vista à otimização de processos, à gestão eficiente de recursos, à rastreabilidade e/ou à sustentabilidade ambiental, económica e social da cadeia de valor agroalimentar ou florestal;

– Economia Circular e Biotecnologia Sustentável, destinada a projetos que desenvolvam soluções biotecnológicas que respeitem os princípios da bio economia sustentável e da circularização da cadeia de valor agroalimentar e/ou florestal, permitindo criar valor a partir de recursos biológicos e renováveis, preferencialmente recursos endógenos;

– Alimentação, Nutrição e Saúde, destinada a produtores agrícolas ou florestais que promovam uma alimentação mais equilibrada, nutritiva e saudável e/ou novas formas de disponibilizar no mercado produtos alimentares mais seguros, nutritivos e benéficos para a saúde dos consumidores, e preferencialmente que contribuam igualmente para um menor impacto ambiental;

– Promoção da inovação, destinado a projetos ou iniciativas que mais se destaquem na promoção da inovação, por exemplo através da capacitação de infraestruturas, do desenvolvimento de ações de formação e capacitação de recursos humanos, processos de transferência de tecnologia, ações de demonstração ou outras atividades de apoio à inovação, com vista à melhoria da competitividade dos produtores e agentes do sector.

O vencedor de cada categoria receberá um prémio monetário no valor de 5000€, bem como o projeto merecedor da distinção na categoria: Projeto de Elevado Potencial promovido por Associado(s) do Crédito Agrícola. Será ainda atribuída uma menção honrosa para Jovem Empresário Rural no valor monetário de 2500€ e a ANI (Agência Nacional de Inovação) irá também atribuir o reconhecimento Born from Knowledge (BfK Awards), de entre os finalistas. As candidaturas estão abertas até 3 de julho aqui.