Na tarde da última quarta-feira, decorreu, na Plataforma das Artes e da Criatividade, uma jornada de convívio que reuniu a equipa do Município e a comunidade de empreendedores da Set.Up Guimarães. A reunião destinou-se a promover a partilha dos projetos existentes, bem como a realização de um magusto com o objetivo de proporcionar momentos de networking.

 

A abrir a jornada, Marta Mota Prego, da Divisão de Desenvolvimento Económico da CMG, efetuou uma apresentação do projeto Set.Up Guimarães, da sua proposta de valor e dos três eixos que o constituem (TecPark – Tecnologia, LabPac – Criatividade e Set.Up (IN)Dustry – Indústria). Revelou ainda alguns dos dados estatísticos da superincubadora: mais de 65 empresas apoiadas, mais de 150 empreendedores apoiados, cerca de 20 eventos promovidos com mais de 500 participantes, mais de 1000 m2 de espaço para incubação.

 

Em seguida, Domingos Bragança, Presidente da Câmara Municipal dirigiu-se aos empreendedores para referir que as incubadoras são muito importantes, uma vez que “geram oportunidades de negócio de base criativa, experimentando novos conceitos que se podem revelar disruptivos”. O edil frisou que o caminho do empreendedorismo não se faz sem percalços, “dado estarmos numa economia aberta e global”. “Em Guimarães, precisamos de empreendedores que assumam riscos, ainda que apoiados pelo Município, e que se lancem no mundo empresarial. No nosso território temos uma matriz cultural e de conhecimento muito forte, com a presença de vários centros de investigação, das universidades do Minho e das Nações Unidas, e do IPCA, e temos políticas públicas económicas que favorecem a transformação das ideias em projetos”, disse. Domingos Bragança referiu ainda que, nos dias de hoje, as Empresas bem-sucedidas, além da imprescindível dimensão tecnológica e científica, cruzam, na sua visão de futuro, as dimensões social e cultural.

 

Após a intervenção do Presidente da Câmara, seguiram-se pitches de alguns dos projetos em incubação. Atualmente, são 37 os projetos apoiados na Set.Up Guimarães, a superincubadora criada pelo Município de Guimarães para apoiar empreendedores e empresários no arranque e desenvolvimento das suas ideias de negócio. Um projeto de incubação que se divide em 3 eixos: LabPac (área criativa), TecPark (área tecnológica) e Set.Up In(dustry) (área industrial). A Set.Up Guimarães disponibiliza espaços de trabalho a preços altamente competitivos, apostando fortemente nas instalações, no conhecimento e na comunicação, possibilitando ainda a troca de experiências entre empreendedores e uma maior facilidade no desenvolvimento da rede de contactos.